Notícias

Published on novembro 6th, 2017 | by templometal

0

Jesus Cristo me perdoou! diz assassino de John Lennon


Jesus Cristo me perdoou! diz assassino de John Lennon
Jesus Cristo me perdoou! diz assassino de John Lennon

Mark David Chapman, que cumpre prisão perpétua por assassinar John Lennon, em uma carta escrita há 25 anos, declara ter se encontrado com Jesus Cristo, e que sente o perdão de seus pecados, a carta foi vendida recentemente a um colecionador privado.

Na carta, endereçada a um amigo chamado Michael, Chapman diz ter sido perdoado por Jesus. “É por este motivo que ele escolheu morrer, derramar seu sangue para que nossos pecados – até mesmo os meus – possam ser perdoados. É por isto que ele veio. Eu queria que você também soubesse que você pode realmente conhecer e sentir o Salvador que ele é de fato. Doze anos atrás eu atirei e matei o superstar John Lennon, que fez parte dos Beatles. Existe um livro que explica minhas motivações para este crime hediondo, mas deixe-me dizer aqui que foi algo horrível que nunca esqueci”, diz a carta.

Depois Mark tenta convencer Michael que ele também pode encontrar Jesus: “Ele é tudo. Encontrei Jesus depois de muitos anos aqui no Attica (em Nova Iorque, onde ele estava preso). Através disto eu fiquei sabendo que ele sente muito por mim – e por você. Jesus é alguém que eu gostaria de escrever para você hoje, pois ele não é apenas um personagem de uma história, mas sim uma pessoa real e viva que eu conheci”.

A carta foi vendida por uma empresa especializada em memorabilia de criminosos famosos, pertencente a Eric Holler, que disse ter obtido a carta diretamente da pessoa para quem Mark escreveu. “Vendeu cerca de uma hora depois de ser oferecida no site. Adoraria conseguir mais ítens de Chapman, eles vendem muito bem”.



Source link


About the Author

PORTAL DE NOTÍCIAS DE ROCK & METAL CRISTÃO



Deixe uma resposta

Back to Top ↑
  • Podcast
    Shows e Eventos
    Cultos Online
    Moda Rock
    Tattoo
    imoralidade sexual
    Doações
    Loja metal cristão