Matérias

Published on outubro 6th, 2016 | by templometal

Pastor Catalau reencontra o Golpe de Estado em show comemorativo

Pastor da Igreja Evangélica Bola de Neve, André Catalau foi usuário de drogas dos 12 aos 38 anos. “Eu era cantor de rock, e isso é um passaporte carimbado para a loucura, com tudo pago. Pirei mesmo. Já tinha uma tendência, porque a minha família é americana, muito liberal. Pô, perdi a minha irmã de overdose. O meu irmão, de cirrose. E eu estava no mesmo caminho. Queria morrer, descansar. Tive várias internações psiquiátricas, fui preso”, conta, aos 55 anos, com o orgulho de quem diz não ingerir nenhum alucinógeno há mais de 15, afirma o pastor em entrevista ao Gospel Prime.

Em julho deste um dos ex-vocalistas já tinha mencionado que haveria a participação do antigo cantor. Rogério Fernandes afirmou: ”É uma surpesa, uma coisa bem legal. Vou dar uma dica em primeira mão para o ‘Broto Displicente’: periga ter o ‘homem de Deus’ cantando com a gente no segundo semestre…” em entrevista ao ESPN. No mesmo mês, a banda deu uma dica a respeito de uma grande surpresa ainda neste ano: a presença em algum empreendidmento do Golpe de um ”misterioso homem de Deus”. Seria um indicativo de que Catalau, o vocalista original, hoje pastro evangélico.

Em agosto deste ano, a banda revelou a participação do pastor Catalau. Será uma noite histórica para os fãs do Golpe de Estado com as participações especiais dos lendários Catalau, Luiz Carlini e Ronaldo Giovaneli, que estarão subindo ao palco junto com Nelson Brito (baixo), Rogério Fernandes (que já havia sido vocal da banda no passado, atual Carro Bomba), Marcello Schevano (guitarra, Carro Bomba) e Roby Pontes (bateria), para cantar alguns de seus maiores clássicos.

A banda paulistana com influências do blues e do heavy metal, marcou época no cenário underground. Chegou a abrir um show para os ingleses do Deep Purple e a fazer algumas aparições na televisão, como no programa de entrevistas comandado por Jô Soares. O declínio coincidiu com o apogeu do vício do vocalista, já cobrado por seus companheiros por faltar em shows e ensaios. Formada em São Paulo, no ano de 1985, a banda logo se tornou uma das mais queridas do Brasil, com Catalau (vocal), Hélcio Aguirra (guitarra, R.I.P.), Nelson Brito (baixo) e Paulo Zinner (bateria). Com essa formação, gravaram os clássicos “Golpe de Estado” (1986), “Forçando a Barra” (1988), “Nem Polícia Nem Bandido” (1989), “Quarto Golpe” (1991) e “Zumbi” (1994). As performances de Catalau, sempre foram bastante comentadas, graças à sua entrega nos palcos.

golpe-de-estado-30-anos-426x600

Tags: , , , , ,


About the Author

PORTAL DE NOTÍCIAS DE ROCK & METAL CRISTÃO



Back to Top ↑
  • Podcast
    Shows e Eventos
    Cultos Online
    Moda Rock
    Tattoo
    imoralidade sexual
    Doações
    Loja metal cristão