Matérias

Published on junho 26th, 2013 | by templometal

Bono fala sobre fé, trabalho de combate à AIDS e diz: “Jesus é o Filho de Deus. E parece um punk”

O vocalista do U2 e ativista social Bono Vox falou sobre a importância da atuação da Igreja na sociedade e parafraseando o escritor cristão C. S. Lewis, disse que ou “Jesus era louco e mentiroso, ou era o Senhor”.

Irlandês, filho de mãe protestante e pai católico, Bono concedeu entrevista a Jim Daily, na rádio Focus On The Family e falou sobre Bíblia e teologia, e suas crenças: “Quando as pessoas tentam definir Jesus como ‘bom mestre’, ‘profeta’, ‘um cara realmente legal’… Isto não é o que Jesus pensou sobre si próprio. Então, você se vê num desafio: ou Jesus era quem Ele disse que era ou um total e absoluto maluco.

“E eu acredito que Jesus era, você sabe, o Filho de Deus”, disse Bono.

O cantor afirmou ainda que compreende que algumas pessoas pensem o contrário, mas isso não o faz mudar de ideia: “Eu entendo que para algumas pessoas isso soa ridículo, e nós precisamos… Precisa ser muito, muito respeitoso com pessoas que acham que isso é ridículo”, ponderou.
Na entrevista, Bono afirmou ainda que tem grande admiração por Davi, o rei israelita e salmista: “Primeiro de tudo, gosto de Davi por ele ser um músico. Os Salmos são poderosos, e mesmos endo hinos de louvor, são também blues. É muito importante para os cristãos serem honestos com Deus, pois muitas vezes Ele está muito mais interessado em quem você é do que quem você quer ser”, afirmou o cantor, usando o estilo musical norte-americano para se referir aos Salmos em que Davi falava sobre as angústias da alma.

Bono ressaltou a importância da boa educação para tratar de assuntos diversos, e sobre religião, mas também lembrou o episódio dos vendilhões do Templo para ressaltar que nem sempre é possível se manter calmo: “Você tem que ter muito cuidado para que a graça e a polidez não se transformem numa banalidade de comportamento, onde nós somos apenas agradáveis, sem postura. A polidez é, você sabe, é uma coisa maravilhosa. Boas maneiras são, na verdade, uma coisa muito importante. Mas lembre-se: Jesus não tinha muitas maneiras, como sabemos agora”.

Numa comparação prática, Bono afirmou que Jesus “parece um punk rock”, pois ele sabia distinguir sinceridade e fingimento: “Ele podia olhar pro lado e ver o coração do companheiro. Ele sabia quando não havia sinceridade, quando era dissimulação. Temos que ser um pouco mais vanguardistas, não olhar para os sinais de justiça, e sim, olhar para as ações”.

Comentando suas demonstrações explícitas de fé em suas músicas e seu trabalho solidário com a campanha ONE (organização humanitária fundada para combater a pobreza e doenças, como a AIDS), Bono afirmou que ser cristão é simples se houver uma conversão verdadeira. “Você não precisa se formar na universidade e fazer um Ph.D. para entender essas coisas. Você acabou de se converter na pessoa de Cristo”, afirmou.

Segundo Bono, a grande dificuldade dos cristãos é descobrir como se portar perante os desafios: “Eu tenho um pastor que me disse: ‘Pare de pedir a Deus que abençoe o que está fazendo, Bono’. Que por sinal, eu sempre faço. Ele disse: ‘Descubra o que Deus está fazendo, porque isso já estará abençoado. E quando você se alinhar com o propósito de Deus, como descrito nas Escrituras, algo especial acontece com a sua vida’. Você está alinhado com a vontade d’Ele”.
Fonte: GospelMais

Tags: , , , , , , ,


About the Author

PORTAL DE NOTÍCIAS DE ROCK & METAL CRISTÃO



Back to Top ↑
  • Podcast
    Shows e Eventos
    Cultos Online
    Moda Rock
    Tattoo
    imoralidade sexual
    Doações
    Loja metal cristão